Violência à Pessoa Idosa: em Dia de Conscientização, prefeitura destaca canais para denúncias em Petrolina

O Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, lembrado nesta terça-feira (15), chama atenção da sociedade sobre os cuidados com este público. Por isso, a Prefeitura de Petrolina alerta sobre a necessidade de familiares e amigos estarem atentos aos sinais de que um idoso possa estar precisando de ajuda. Além de maus-tratos físicos, a violência também pode se manifestar de maneira psicológica, sexual ou ainda sob forma de negligência familiar e abandono.

De acordo com o secretário executivo de Proteção Especial e da Pessoa Idosa, Ricardo Alves, para dar suporte aos idosos, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (Sedesdh) tem reforçado os serviços de atenção, principalmente, durante a pandemia.

Em Petrolina, dados das entidades de acompanhamento como Creas e Centro de Atenção à Pessoa Idosa (CAPI) mostram que, de janeiro a maio deste ano, foram registrados 211 casos de violência contra pessoas idosas na cidade.

Acolhimento – Diante deste cenário, a prefeitura tem focado na prevenção e no acolhimento às vítimas. Equipamentos sociais como o Centro de Atenção à Pessoa Idosa agem diretamente e diariamente com ações preventivas. Devido às regras de distanciamento, as equipes se adaptaram para monitorar os idosos, mesmo à distância. Por meio de ligações telefônicas ou chamadas de vídeo, os psicólogos orientam sobre os cuidados acerca do coronavírus, levam mensagens de carinho e divulgam canais de denúncia contra maus-tratos.

Qualquer tipo de violência contra pessoas idosas pode ser denunciada em Petrolina através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) 3861-5371. Também é possível fazer a denúncia sem sair de casa, pelo Disk 100, pela Central de Atendimentos da Secretaria Executiva de Segurança Pública: 153 e Polícia Militar: 190.

COMPARTILHAR