Vigilância Sanitária intensifica fiscalização contra venda irregular de ovos

Para garantir a segurança alimentar dos petrolinenses, a Agência Municipal de Vigilância Sanitária, cumprindo uma solicitação do Ministério Público, está intensificando a fiscalização contra a venda irregular de ovos no município. Com a popularização dos ‘carros de ovos’, é necessário ficar atento para a qualidade do produto e as normas que precisam ser seguidas.

De acordo com o diretor da Vigilância Sanitária, Marcelo Gama, as fiscalizações estão acontecendo não apenas nas vendas ambulantes, mas também em todos os estabelecimentos que comercializam ovos. “Nós já realizamos esse trabalho diariamente, porém, com o aumento dessa comercialização, principalmente, em carros, o Ministério Público recomendou para intensificarmos essas ações. Nossa intenção é garantir que as pessoas estejam consumindo um produto seguro”, destacou.

Segundo o inspetor sanitário, Carlos Eduardo, é importante que a população fique atenta às normas que devem ser cumpridas pelos comerciantes. “De acordo com a regulamentação, os ovos expostos à venda devem ser acondicionados em temperatura e embalagem adequadas, protegidos dos raios solares diretos. Vale ressaltar que os fatores como tempo e temperatura de armazenagem podem alterar a qualidade do ovo. Por ser rico em nutrientes, ele exige alguns cuidados para que não se transforme em meio ao crescimento microbiano e para que chegue ao consumidor com qualidade”, frisou.

Para que o consumidor se certifique de que os ovos têm boa procedência, outro fato importante é verificar se o produto possui registro. “Para manter a ordem no comércio e preservar a saúde pública, o apoio da população é de grande importância. Ao observar ou desconfiar de irregularidade, o consumidor pode denunciar a Vigilância Sanitária, através do 156”, concluiu.

COMPARTILHAR