Vacinação é a maneira mais eficaz para evitar doenças

Além de manter hábitos de vida saudáveis, a melhor maneira de evitar doenças infecciosas é se vacinando contra elas. Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferta diversas vacinas que protegem contra mais de 40 doenças, entre elas, o sarampo. Pensando no surgimento de tantos boatos e desinformações, a Prefeitura de Petrolina reforça que vacinação é uma prioridade, como destaca a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

Basta ir ao Posto de Saúde mais perto de sua casa e pedir para atualizar o calendário de vacinação, que prevê vacinas para todas as idades, desde os recém-nascidos até os idosos. Por isso, se proteger contra doenças é uma questão de escolha, responsabilidade e deve ser tido como prioridade por todos”, frisa a secretária.

A vacinação evita que os vírus de doenças graves circulem pelo país. Além disso, as vacinas evitam sequelas causadas por essas doenças, como surdez, cegueira, paralisia, problemas neurológicos e até a morte. As vacinas servem para estimular o sistema imunológico, ou seja, as células que protegem o nosso corpo.

Uma pesquisa do Ibope divulgada recentemente, chamou ainda mais atenção para o problema das fake news. Segundo o levantamento, encomendado pela Avaaz, ONG de mobilização social, sete em cada dez brasileiros ouvidos afirmaram que já acreditaram em pelo menos uma notícia falsa sobre vacina.

O levantamento aponta ainda que 57% dos que não se vacinaram citaram um motivo relacionado à desinformação. E quase metade (48%) dos 2.002 entrevistados pelo país falaram que têm as redes sociais e os aplicativos como uma das principais fontes de informação sobre vacina.

Para a secretária de Saúde de Petrolina, a resistência à vacinação é motivo de preocupação. “A resistência à vacinação por parte da população é uma preocupação. A difusão de fake news contribui para a decisão de não vacinar. O perigo de se ter baixas coberturas vacinais é o risco de reintrodução de doenças já eliminadas no país, como no caso do sarampo que voltou a fazer vítimas no país”, diz. “Por isso, é necessário desmistificar a ideia de que a vacinação traz malefícios ou não é mais importante. É no momento de calmaria, quando não há surtos de doenças, que a população deve se vacinar”, reforça Magnilde Albuquerque.

Dúvidas

Como os locais de circulação das notícias falsas são, principalmente, as redes sociais, a Prefeitura de Petrolina defende que esses espaços sejam ocupados por informações qualificadas e corretas. Por isso, o Município tem um serviço, por meio do WhatsApp, que responde as dúvidas da comunidade.

Através do ‘Informa Petrolina’, o usuário cadastrado também poderá receber mensagens sobre eventos, ser informado sobre ações do município e receber alertas da gestão. A proposta é estreitar o contato entre os petrolinenses e a prefeitura, possibilitando melhorar ainda mais essa relação. Para participar basta adicionar o número (87) 9 8100-1883, como Informa Petrolina, e enviar um “Oi”. Este número também está disponível no site da prefeitura e nas redes sociais.

COMPARTILHAR