Transforma Petrolina vai unir associações, ONG’s e sociedade em torno de causas solidárias

Transforma Petrolina, esse é o nome de uma plataforma que pretende envolver toda a sociedade civil da capital do São Francisco para ajudar quem mais precisa. A iniciativa teve seu primeiro passo dado, na noite desta quarta-feira (27), no Hotel Grande Rio, numa roda de conversa com mais de 40 entidades que praticam ação voluntária. A meta é lançar essa plataforma para unir todas as entidades e pessoas que desejam ajudar a cidade e a população em maio, num grande ato no município sertanejo.

No encontro inicial mobilizado pela Prefeitura de Petrolina, representantes de ONG’s, igrejas, associações, entre outras instituições conheceram a iniciativa concebida pelo empreendedor social Fábio Silva. Ao lado prefeito Miguel Coelho, o idealizador do Transforma Brasil forneceu detalhes de como uma atividade solidária iniciada em 2010 com cerca de 30 pessoas evoluiu para um movimento organizado no Recife que alia mais de 500 entidades, 100 mil voluntários e agora se replica em várias cidades brasileiras e da América Latina.

A ideia é conectar as pessoas que desejam prestar algum tipo serviço social e instituições que promovem o bem por meio de uma plataforma virtual com site e aplicativo. Os voluntários se cadastram, informam como podem ajudar e o tempo disponível para atividades solidárias e o Transforma Petrolina irá indicar as entidades que necessitam de apoio. “Eu digo que é uma espécie de Tinder do bem. Existem as pessoas que querem ajudar, mas muitas vezes não sabem como e há instituições e causas que precisam de voluntários para realizar ações. O Transforma Petrolina vai dar o ‘match’ e fazer, através de uma plataforma virtual, o encontro desses grupos, promovendo a solidariedade”, comparou Fábio Silva.

Diante do público que lotou o auditório, o prefeito Miguel Coelho falou que o objetivo é tornar Petrolina na Capital da Solidariedade do Sertão. “O primeiro objetivo já foi cumprido, reunir tanta gente que se dedica a ajudar o próximo. Petrolina já tem muitas ONG’s, igrejas, gente que ajuda, mas todas desconectadas como ilhas. Será que, se todos nós dermos as mãos, não iremos ajudar mais gente? Então, queremos conectar tantas pessoas que ajudam com as que precisam e transformar a Terra dos Impossíveis na Capital da Solidariedade no Sertão”, convocou o prefeito.

Durante o mês de abril, as entidades que desejam se engajar na plataforma irão passar por capacitação sobre o uso das ferramentas virtuais e as estratégias para mobilização social junto com a Prefeitura e empreendedores do Transforma Brasil. No dia 7 de maio, as instituições e voluntários participarão do ato oficial que dará início na prática a um grande movimento solidário na cidade sertaneja para fortalecer o voluntariado.

 

Fotos: Jonas Santos

COMPARTILHAR