SAMU reforça a importância do uso correto do serviço no atendimento de emergência

Proteger a vida das pessoas garantindo a qualidade no atendimento no SUS, essa é a finalidade do Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Por meio de acionamento de telefonia de discagem rápida, através do número 192, o serviço está em funcionamento no País há cerca de18 anos. Em Petrolina, a unidade de urgência foi inaugurada em novembro de 2004, atendendo atualmente uma média de 15 mil chamados por ano no município.

A Unidade do SAMU no município tem recebido algumas solicitações relacionadas à transferência sem regulação médica prévia, transporte de pacientes de um hospital ao outro, dores crônicas, pequenos cortes sem gravidade ou sangramentos significativos, transportes sociais ou de gestantes que não estão trabalho de parto ou em fases iniciais. Essas não são situações de urgência e emergência, ainda que possam necessitar de atendimento ambulatorial clínico ou obstétrico, não atendem as diretrizes de atendimento e finalidade para o qual o Samu foi criado.

Para o Diretor Médico, Antônio Assis Reis, é preciso que a população compreenda e verdadeiro papel do SAMU. “O objetivo é atender a população de acordo com a sua necessidade de saúde nem sempre liberando ambulância, mas orientando neste primeiro atendimento. Ao ser acionado, o médico regulador avalia a situação e, quando necessário, libera a equipe, que está preparada para atender as pessoas em situações de urgência e emergência, como vítimas de acidentes, infartos, acidentes vasculares cerebrais, pacientes psiquiátricos em surtos, entre muitas outras situações que são atendidas. O nosso objetivo é salvar vidas e as pessoas precisam saber quando utilizar o serviço do SAMU”, destaca Antônio Assis.

Qualquer pessoa em situação de urgência e emergência pode acionar o serviço do SAMU através do número 192

COMPARTILHAR