Reforma administrativa: prefeitura reduz secretarias e investe em cargos técnicos

O prefeito Miguel Coelho sancionou a lei que redefine a gestão administrativa da Prefeitura de Petrolina. O chefe do executivo reduziu de 11 para 9 secretarias, além de extinguir a empresa Vale Digital. As mudanças foram motivadas para melhorar o desempenho de setores estratégicos e facilitar a captação de recursos junto a órgãos federais e outras entidades.

Com a reforma administrativa, fica criada a Secretaria de Governo e Agricultura, sob o comando de Simão Durando. Cultura e Esportes serão vinculados à Educação, gerida por Margareth Zapponi. Já a pasta de Planejamento absorverá o setor de Gestão Administrativa, ficando sob o comando de Henrique Guerra em janeiro, e depois disso, assumirá Plínio Amorim. Por fim, Desenvolvimento Econômico e Turismo foram anexadas e serão conduzidas por Emício Junior.

Outra medida adotada para melhorar a administração da cidade é a extinção de algumas assessorias para a criação de cargos técnicos para o setor de engenharia e saúde. Essa decisão, segundo o prefeito, foi necessária em virtude do volume de ações previstas para 2019 nas áreas de pavimentação e saúde básica. “Reduzimos as pastas, mas vamos aumentar a eficiência da gestão. Ano que vem teremos uma grande volume de pavimentação e muitas ações na saúde, tornando necessário investir em um corpo técnico nesses dois setores. Outro fator que levamos em consideração foi a captação de recursos. Setores como a Cultura e Esportes quando vinculados à Educação poderão conquistar mais recursos. Então, isso mostra que essa reformulação foi totalmente técnica e pensando numa gestão mais moderna, enxuta e capaz de trazer mais investimentos para Petrolina”, explica Miguel.

Outras duas mudanças adotadas não afetarão o organograma institucional da Prefeitura de Petrolina. Para reforçar o setor de articulação política, Orlando Tolentino volta à Coordenação das Assessorias Especiais, ampliando o diálogo com a Câmara de Vereadores e outros segmentos. Já Fernanda Carvalho, deixa a Chefia de Gabinete em fevereiro para ocupar a mesma função no mandato do deputado estadual eleito Antonio Coelho. O substituto dessa atribuição na Prefeitura será anunciado no final deste mês.

Veja como ficou o secretariado municipal:

Secretaria de Governo e Agricultura – Simão Durando

Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo – Emício Junior

Secretaria de Planejamento e Gestão Administrativa – Plínio Amorim (assume em fevereiro)

Secretaria de Educação, Cultura e Esportes – Margareth Zapponi

Secretaria de Saúde – Magnilde Albuquerque

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos – Jorge Assunção

Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos – Fred Machado

Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação – Giovanni Costa

Secretaria da Fazenda – Lucivane Lima

COMPARTILHAR