Programa pioneiro da Prefeitura educa crianças sobre higiene e controle de medicamentos

Com o objetivo de promover melhorias nas relações de consumo de produtos e serviços sujeitos à vigilância sanitária, usando a estratégia de formar educadores, a Prefeitura de Petrolina inicia neste sábado (27), às 8h, na Escola Anézio Leão, um programa nacional de Educação em Vigilância Sanitária (Educanvisa). Cerca de 50 professores de ciências da rede pública municipal vão participar do encontro.

O Educanvisa conta com uma coordenação nacional, composta por uma equipe multiprofissional de servidores da Anvisa, porém, em Petrolina será executado pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária, em parceria com a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes que fará a interlocução com as escolas da rede de ensino.

De acordo com a diretora interina da Agência, Islanne Soares, a intenção é desenvolver ações educativas para a sociedade, de acordo com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), com vistas a contribuir para a melhoria das condições de vida e saúde da população brasileira.

Serão abordados temas de relevância na área da vigilância sanitária, como o uso e o consumo seguro de medicamentos; alimentos; cosméticos; dentre outros produtos. Vamos formar esses professores e eles serão os responsáveis pelo desenvolvimento dos conteúdos em salas de aula e na comunidade escolar”, explicou.

 

Foto: Ilustração/PMP

COMPARTILHAR