Primeira usina de oxigênio é instalada no Hospital de Campanha em Petrolina

A Prefeitura de Petrolina continua investindo em equipamentos para o combate da COVID-19. Nesta terça-feira (18), foi concluída a instalação da primeira Usina de Oxigênio do município. O equipamento gera, em média, 15 mil metros cúbicos de oxigênio por mês.

A unidade fez o redirecionamento dos 100 leitos disponíveis. Agora, 20 serão utilizados como suporte ventilatório pulmonar não invasivo e 80 continuarão para assistência intermediária.

Todo o Hospital de Campanha possui rede própria de oxigênio canalizada e, a partir de segunda-feira (24), atenderá pacientes que apresentarem piora no quadro respiratório que necessite de suporte ventilatório não invasivo e invasivo, estado de choque e instabilidade hemodinâmica até que seja feito o remanejamento para unidade de referência hospitalar que possua UTI para COVID-19.

COMPARTILHAR