Prefeitura retoma área pública ocupada irregularmente no Residencial Vivendas

A Prefeitura de Petrolina retomou na manhã desta quarta-feira (25) uma área pública onde edificações irregulares estavam sendo construídas no Residencial Vivendas, zona norte da cidade. Em uma ação coordenada pela Diretoria de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS), que contou com o apoio da Guarda Civil Municipal, alguns alicerces que estavam sendo construídos de maneira clandestina foram removidos do local. Um grupo de moradores estava erguendo pontos comerciais num espaço que será destinado para a construção de uma grande praça.

De acordo com o Diretor de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas, Cícero Dirceu da Silva, a ideia das construções foi precipitada, uma vez que a Prefeitura de Petrolina já conversava com os moradores sobre a implantação de uma área comercial no Vivendas desde o ano passado. “Já tivemos 4 reuniões com a associação de moradores, representada pelo presidente Alexandre (?), sendo uma no gabinete do prefeito Miguel Coelho. Desde o início, ainda em 2017, demonstramos a nossa preocupação em atender as demandas da comunidade. Infelizmente um grupo de pessoas resolveu tocar o projeto por conta própria, de maneira clandestina e por isso tivemos que intervir”, conta Silva.

O PROJETO

A Prefeitura de Petrolina está discutindo com Associação de Moradores do Residencial Vivendas o projeto de construção de uma nova praça no local. Devidamente apresentado e aprovado pela entidade representativa, o documento prevê a urbanização de um espaço que vai dispor de (área pública de convivência, áreas verdes e pontos comerciais. Além disso, também consta no documento a intenção de cessão das áreas de 58 boxes comerciais para que, de acordo com critérios definidos de acordo com a legislação, sejam construídos e explorados comercialmente pelos moradores através de concessão pública.

Outro ponto em discussão é a oferta de linhas de crédito para o financiamento das construções, através da Agência do Empreendedor, Banco do Brasil e Caixa Econômica. Para que o projeto de construção da nova praça do Vivendas saia do papel, resta apenas o cumprimento das etapas formais legais exigidas no processo, a exemplo de licitação, captação de recursos e definição dos critérios de uso e exploração comercial do espaço.

DIÁLOGO

A fim de dar continuidade ao diálogo junto à comunidade do Residencial Vivendas, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade recebeu no fim da manhã desta quarta-feira (25) uma comissão composta pelo presidente da associação, Alexandre Souza e outras 5 pessoas, para discutir o andamento de implantação do empreendimento. Um novo encontro ficou marcado para esta quinta-feira (26) para as 10h a fim de que se possa definir, entre outros pontos, um cronograma de ações diante do planejamento já existente.

 

COMPARTILHAR