Prefeitura investe R$12 milhões em projetos pedagógicos e consolida Petrolina como a cidade leitora

A Prefeitura de Petrolina vem priorizando a área de educação ao longo dos últimos seis anos, com investimentos constantes em melhorias e diversas ações voltadas para o seu pleno desenvolvimento. E o planejamento estratégico adotado pela gestão municipal, objetivando a evolução do ensino oferecido à população, vem apresentando resultados expressivos em sala de aula, garantindo mais qualidade para todos os estudantes. Entre esses investimentos e avanços está a proposta de incentivo à leitura e escrita, por meio dos projetos estruturantes Petrolina Ler+ e Petrolina Escreve+.

Implantado na rede municipal este ano, o Petrolina Ler+ e Petrolina Escreve+, contam com ações consolidadas no município, beneficiando mais de 55 mil alunos matriculados nas unidades da rede, desde a Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e Educação Especial. Para a implantação dos projetos, foram investidos mais de R$12 milhões na aquisição de obras literárias, materiais pedagógicos diversos e equipamentos, que estão subsidiando os professores, gestores, coordenadores e alunos durante o ano letivo.

Como forma de promover a integração dos estudantes e fomentar ainda mais o gosto pela leitura, todas as quartas-feiras, nas 218 unidades de ensino, cada instituição organiza uma culminância, visando socializar as ações de leitura e escrita. Produção de saraus de leitura, compartilhamento de resenhas, debates sobre as obras literárias lidas, júri simulado, rodas de conversa, piquenique literário, entre outras atividades propositivas, que fazem parte da programação e são realizadas de acordo com a escolha de cada unidade.

A secretária Executiva de Ensino, Isva Modesto, destaca que os projetos são acompanhados de perto pela Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEDUCE) e contam com a participação efetiva dos pais no processo, fazendo assim com que toda a família comece a tomar gosto pela leitura. “Estamos realizando uma transformação efetiva na aprendizagem dos estudantes, pois entendemos que por meio da leitura e escrita, pode-se descobrir um mundo novo. Esse hábito deve ser estimulado desde a infância, para que o estudante aprenda que ler e escrever é algo importante e prazeroso”, enfatizou Isva.

COMPARTILHAR