Prefeitura debate o racismo no cotidiano da população negra em Petrolina

Um momento de reflexão e de diálogo sobre o racismo. Assim pode ser descrito o evento promovido pela Prefeitura de Petrolina, nesta quinta-feira (22), no auditório da UNINASSAU, dentro da programação do Mês da Consciência Negra. O debate “O racismo e seus efeitos no cotidiano da população negra” reuniu artistas locais; pesquisadores; representantes da Rede de Mulheres Negras; da Associação Espírita e Cultos Afro-Brasileiros de Petrolina; estudantes e pessoas que se identificaram com o tema.

Através de uma roda de conversa, os participantes tiveram espaço para compartilhar suas reflexões sobre o tema e diversas situações nas quais o racismo, de forma velada ou não, deixou marcas em suas vidas. O encontro também resgatou aspectos históricos da luta do povo negro e estimulou o público a refletir sobre o futuro da população negra. A noite foi abrilhantada pelo talento de Rogério Pilé e Camile Yasmine, artistas da região e representantes da cultura afro.

Público jovem – Os estudantes de Petrolina e jovens de modo geral foram um dos públicos alvo da programação desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESDH), através da Secretaria Executiva de Juventude e Direitos Humanos, em alusão ao Mês da Consciência Negra. Representando o futuro do país, esse grupo foi estimulado a refletir sobre a forma como a sociedade trata os jovens negros atualmente e sobre os principais desafios identificados por eles no dia-a-dia.

COMPARTILHAR