Prefeitura de Petrolina prioriza ações que fortalecem agricultores familiares do município  

Nos últimos seis meses, diversas ações previstas no Plano de Governo para a segunda gestão do prefeito Miguel Coelho saíram do papel e se tornaram realidade em comunidades da zona rural de Petrolina, graças ao empenho das equipes da prefeitura. Entrega de cisternas pelo programa ‘Água Boa’, patrolamento de mais de 1 mil km, processo seletivo de profissionais e entrega gratuita de 30 mil alevinos para localidades como Água Branca e Baixa Alegre pelo programa ‘Mais Peixe’ foram algumas das ações.

Todas essas atividades são realizadas pela prefeitura, através da Secretaria de Agricultura do município. Além das que já foram executadas nesse primeiro semestre, outras ações estão previstas ou já em andamento. Um exemplo é a parceria entre prefeitura e Incra, que tem possibilitado a atualização de dados e documentações de 1.094 agricultores familiares que residem nos 23 assentamentos ligados ao Instituto, e sua inclusão no programa do Governo Federal, ‘Titula Brasil’. Vale ressaltar também a assistência técnica prestada por meio do Termo de Cooperação Técnica assinado entre entre as instituições, o que tem proporcionado, a diversos trabalhadores rurais, o acesso a linhas de financiamento para abrir negócios, compra de ovinos e caprinos ou ainda investir em suas produções agrícolas.

As obras de instalação da adutora das comunidades de Vira Beiju e Massapê estão 90% concluídas e mais de 30 famílias serão beneficiadas com o acesso à água; também consta no plano de governo a instalação de uma adutora para a população que reside em Volta do Pascaço, e Xique-xique. Estão previstas ainda mais duas importantes adutoras para irrigação: uma no Assentamento São Francisco e outra no Assentamento Água Viva.

O programa ‘Água Boa’ também tem levado água potável para famílias cadastradas através de 10 carros-pipa. Outras demandas têm sido atendidas para beneficiar cada vez mais a população da área rural, a exemplo da aquisição de equipamentos como bombas, materiais elétricos e patrulha mecanizada para perfuração e manutenção de poços tubulares; aquisição de 225 cisternas de polietileno (através de convênio), com capacidade de armazenamento de 10 mil litros, aquisição de bomba elétrica para adutora do Vira Beiju.

COMPARTILHAR