Prefeitura avança com as ações de enfrentamento das chuvas em Petrolina

O final de semana chuvoso exigiu das equipes da Prefeitura de Petrolina um maior esforço e ritmo intenso para dar sequências as intervenções emergenciais que vêm acontecendo no município desde à última quinta-feira (3), quando as primeiras chuvas atingiram a área urbana da capital do Sertão do São Franciscano. Segundo dados da Defesa Civil, em 40 anos, esse foi o maior índice pluviométrico já registrado no período de 24h para o mês de novembro na cidade Petrolina.

Dezenas de profissionais da área de serviços públicos, com o apoio de retroescavadeiras, tratores, caçambas, bombas de drenagem, entre outros equipamentos, estão atuando para garantir que a cidade volte ao seu ritmo normal nos próximos dias. Com equipes iniciando os serviços por volta das 5h da madrugada, a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) segue monitorando as áreas mais afetadas pelas chuvas e buscando soluções imediatas, enquanto o Plano Diretor de Macrodrenagem segue em fase de elaboração.

O secretário executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira, tem acompanhado de perto o mapeamento das áreas e execução das atividades.

“Fomos surpreendidos com um volume de chuva superior ao esperado para nossa região no mês de novembro e isso trouxe uma série de impactos. Sabemos que boa parte desses pontos de alagamento só vão ser resolvidos depois que o nosso Plano Diretor de Macrodrenagem estiver em execução, mas é do conhecimento de todos que parte desses transtornos, infelizmente, ainda são reflexos da falta de educação de alguns moradores que insistem no descarte incorreto de lixo. Em uma cidade onde o serviço de coleta de lixo domiciliar funciona de forma efetiva, não se justifica encontrar tanto lixo jogado nos canais, nas ruas ou em locais inapropriados. A população também precisa colaborar um pouco mais”, afirma.

COMPARTILHAR