Plataforma social abre cadastro para ONG’s, associações e grupos para fortalecer voluntariado

Na busca de conectar pessoas que atuam com trabalho social às necessidades de grupos da população em situação vulnerável, a Prefeitura de Petrolina iniciou neste mês a implantação de uma rede de voluntariado na cidade sertaneja. Intitulada Transforma Petrolina, a plataforma está em fase de planejamento e capacitação de grupos voluntários e, agora, segue em busca de mais iniciativas do bem. Por isso, foi iniciado o cadastro de associações, entidades religiosas, grupos informais entre outras atividades desenvolvidas na área de assistência psicossocial.

O cadastramento tem por objetivo, a princípio, mapear todas ações sociais promovidas no município sertanejo. Identificadas, as entidades serão convidadas para participar do Transforma Petrolina, que, além da formação de uma rede de voluntariado, fornecerá cursos, laboratórios e outros tipos de treinamentos para melhorar a atuação desses grupos.

Para se cadastrar, as entidades formais ou informais devem enviar e-mail para transformapetrolina@gmail.com indicando o tipo de ação promovida na cidade, dados dos responsáveis pelo trabalho e contatos. A equipe do Transforma em seguida fará o cadastro e irá procurar cada grupo social para formalizar a parceria. Outras maneiras de buscar informações sobre o cadastro é pelo Instagram @transformapetrolina ou o telefone (87) 99634-9252.

O Transforma Petrolina foi anunciado neste mês num encontro com o prefeito Miguel Coelho, o empreendedor social Fábio Silva e dezenas de grupos ligados ao trabalho voluntário. A proposta é por meio de um site e outras tecnologias aproximar as necessidades de entidades solidárias com o desejo de pessoas que querem ajudar com alguma iniciativa, desde uma doação de roupa, uma aula grátis de música ou grande mobilização social. A rede de voluntariado já existe em formato similar em cidades como o Recife, Campinas, Florianópolis e já está em implantação no Chile. Em Petrolina, a plataforma deve ser lançada em maio, num grande evento envolvendo as ONG’s, associações, entidades religiosas e pessoas que praticam a solidariedade no Sertão.

 

Foto: Jonas Santos

COMPARTILHAR