Petrolina está em situação de baixo risco de infestação pelo Aedes aegypti

A Prefeitura realizou o terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa). Foram vistoriados estabelecimentos residenciais e comerciais em diversos bairros da cidade. O índice geral ficou em 0,9%, ou seja, em situação de baixo risco, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde. Assim, Petrolina continua em posição considerada satisfatória.

Os bairros que registraram os maiores índices de infestação foram Dom Avelar, Padre Cícero, Loteamento Padre Cícero, Loteamento Dom Avelar, São Joaquim e São Jorge. Nesses locais o índice registrado foi de 2,1%. Com 1,7%, ficaram os bairros Gercino Coelho, Km 2, Vila Mocó e Palhinhas.

Embora o cenário apresentado pelo terceiro LIRAa seja satisfatório, a Secretaria de Saúde alerta que alguns cuidados devem ser mantidos, como tampar os tonéis e caixas d’água; manter calhas sempre limpas; limpar os ralos e colocar tela; tampar as lixeiras; deixar garrafas e recipientes com a boca para baixo; limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia e fazer vistorias nos quintais.

COMPARTILHAR