Petrolina: Defesa Civil orienta sobre prevenção de incêndios e queimadas

As condições climáticas de estiagem, altas temperaturas, ventos fortes e baixa umidade são fatores que agravam o cenário de incêndios e queimadas na região do Sertão do São Francisco. Mas, é a ação humana uma das principais responsáveis pelo fogo que destrói o meio ambiente, como também causa danos à saúde humana. A Defesa Civil de Petrolina orienta sobre prevenção e conta com a população para diminuir as trágicas ocorrências.

De acordo com a Defesa Civil, semana passada ocorreu um incêndio de grande proporção atingindo a vegetação na comunidade Poço da Cruz. “Pedimos atenção da população e alertamos ainda que praticar queimada é considerado crime pela lei 9.605/98 (Crimes Ambientais). É lamentável constatar que em boa parte delas ocorrem por atitudes criminosas e negligência. É muito comum verificar que os incêndios em áreas verdes têm início com a colocação de fogo para a limpeza de terrenos pelos próprios proprietários, que perdem o controle da situação com o alastramento do fogo devido aos ventos. Além de crime previsto na legislação ambiental, o proprietário do terreno e o autor do incêndio pagarão multas por atearem fogo na vegetação”, alertou o coordenador da Defesa Civil, Marcondes Inácio.

Saiba outras medidas que você pode tomar para ajudar a evitar queimadas neste período de estiagem com algumas atitudes simples:

– Não deposite lixo, especialmente vidro, em terrenos baldios e não colocar fogo;

– Não faça queimadas nas proximidades das florestas, especialmente em dias secos com muito vento;

– Não faça fogo no interior das matas nem lance foguetes ou outro fogo de artifício;

– Limpe o mato à volta da sua habitação e terrenos baldios particulares;

– Evite fumar em locais com materiais combustíveis;

– Armazenar materiais de forma organizada e em locais limpos.

COMPARTILHAR