Petrolina busca selo que permitirá venda de produtos de origem animal para todo país

Petrolina deu mais um passo em busca da adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI). O assunto foi tema de uma reunião, em Brasília, nesta terça-feira (8), que contou com a participação do representante do Ministério da Agricultura, Luis Rangel, e da Prefeitura de Petrolina, Marcelo Gama.

O SISBI, que faz parte do Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária (SUASA), tem o objetivo de padronizar e harmonizar os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a segurança alimentar da população.

De acordo com o diretor da Agência Municipal de Vigilância Sanitária, Marcelo Gama, após a implantação, Petrolina poderá comercializar esses produtos para todos os estados. Durante a reunião, o secretário de defesa agropecuária, Luis Rangel, repassou todas as informações necessárias para a adesão ao selo.

“Foi um momento muito produtivo, em que os integrantes do Ministério se colocaram à disposição do município para ajudar durante todo esse processo. Com a reabertura do matadouro, esse sistema será indispensável. Vai possibilitar que a nossa produção de carnes seja comercializada em todo o Brasil. A partir de agora, vamos comprovar que Petrolina tem condições de avaliar a qualidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura, e assim, obter o sistema”, explicou

COMPARTILHAR