Novo centro de excelência em atendimento a dependentes de álcool e outras drogas é inaugurado

Um espaço humanizado, equipado e com diversos profissionais para atendimento a dependentes químicos já está em funcionamento no bairro da Vila Mocó. O prefeito Miguel Coelho inaugurou, na última sexta-feira (13), o novo prédio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) AD III. O equipamento teve mais de R$ 1,2 milhão de investimento e será uma referência em tratamento público de dependentes de álcool e outras drogas.
O espaço substituirá uma casa que era alugada e com menos estrutura. Já na entrada do novo CAPS, chama a atenção a ambientação humanizada feita a partir de desenhos nos muros e paredes pelo artista de graffiti, Alexandre Esteves. Além do cuidado com o aspecto da humanização, o Centro tem estrutura moderna, com diversos ambientes para acolhimento, tratamento, integração e lazer. Também estará disponível uma equipe multidisciplinar de profissionais para acompanhar dependentes de álcool e outras drogas.
No ato de inauguração, o prefeito ressaltou o tamanho do investimento na nova estrutura como um exemplo de que o serviço público precisa incentivar o resgate e a valorização de vidas. “Todo mundo merece uma segunda chance para ser inserido na sociedade. Todos enfrentam algum tipo de problema, alguns mais difíceis de superar e não devemos aqui fazer julgamentos, mas dar as condições para resgatar vidas. Esse novo centro é uma estrutura de excelência que nos traz orgulho e enche de esperança pelas condições de recuperar pessoas, famílias, a nossa gente”, defendeu Miguel.
O novo CAPS AD III funcionará em regime de 24h, atendendo até 300 pessoas, a partir de 18 anos, com transtornos decorrentes do uso abusivo de álcool e outras drogas. A unidade presta serviços de saúde de caráter individual e coletivo, através de uma equipe formada por psicólogos, psiquiatra, enfermeiros, farmacêutico e assistente sociais.
Fotos: Jonas Santos
COMPARTILHAR