Música e poesia: 35ª edição do Festival de Violeiros atrai centenas de pessoas à Concha Acústica

Violeiros de diversos estados do Nordeste participaram da competição que faz parte do calendário junino de Petrolina. A 35ª edição do Festival de Violeiros, na noite da última quarta-feira (12), foi marcada por música e poesia. Foram 16 apresentações, sendo seis de artistas convidados e dez dos participantes da disputa. Centenas de pessoas se reuniram na Concha Acústica da cidade para prestigiar o evento.

Os três jurados avaliaram ritmo, métrica e a oração dos versos feitos pelos cantadores. A dupla de Caruaru, Ivanildo Vilanova e Rogério Menezes, saiu vencedora da competição. O secretário executivo de Cultua, Cássio Lucena, que o festival de violeiros é uma das tradições mais poéticas do município. “É uma representação da alma do sertanejo, em forma de música e verso. É fundamental que permaneça viva essa cultura na nossa região, por isso o prefeito Miguel Coelho faz questão de apoiar esse evento”, afirma.

Maximino Bezerra veio de Venturosa (PE) para participar do Festival. “É uma oportunidade para a gente se divertir e reencontrar os amigos. É claro que a gente espera ganhar, mas sabemos que tem muitos repentistas bons competindo”, comenta. No público, Edvaldo Aboiador, se destacou pela atenção e emoção que demonstrava a cada apresentação. “Sou fã da poesia e admirador desses artistas. Todo ano faço questão de vir assistir ao Festival”, disse.

O Festival de Violeiros é uma organização da Associação dos Cantadores e Poetas do Vale do São Francisco, com apoio da Prefeitura de Petrolina. “O evento é um dos pilares da festa junina em Petrolina e enriquece a nossa cultura, com artistas que trazem canções originais de cantoria e viola”, constata Natanael Cordeiro, presidente da Associação.

 

Fotos: Alexandre Justino

COMPARTILHAR