Moradores de áreas de risco ou irregulares podem ser beneficiados pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’

Petrolina está avançando as obras dos Residenciais Pomares de Petrolina e Novo Tempo V e VI. Os empreendimentos vão beneficiar 953 famílias que estão em estado de vulnerabilidade social, ou seja, que moram em ocupações irregulares ou em áreas de risco.

O secretário executivo de Habitação, Thulio Teobaldo, explica que como os residenciais foram aprovados pelo Governo Federal para atender um público alvo específico, não haverá período de inscrições aberto para o público em geral. “A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação realizou o cadastramento prévio dessas pessoas in loco nas referidas comunidades, onde foi possível constatar que os inscritos, de fato, atendem os requisitos para serem beneficiários do programa”, informa.

A lista dos contemplados será divulgada após os cadastrados passarem por todas as etapas comprobatórias. Terão prioridade famílias que tenham: idosos; crianças com microcefalia; mulheres protegidas por medidas protetivas; mães solteiras; e pessoas incapacitadas para o trabalho. Além disso, serão beneficiados aqueles que atenderem os requisitos,  seguindo grau de hierarquização.

 

Fotos: Divulgação PMP

COMPARTILHAR