Livros estão ‘dando’ em árvores para incentivar a leitura em Petrolina

Que Petrolina é a ‘terra dos impossíveis’ todo mundo já sabe. Mas, só aqui, estão ‘dando’ livros em árvores. Em diversos pontos da zona urbana e rural, obras literárias foram colocadas em galhos de árvores para que a população possa ler e contemplar diversos autores da bibliografia nacional. Essa ação é uma prova da Gincana Multidisciplinar que faz parte da programação de eventos satélites do Festival Literário do Sertão, o FliSertão, que começa oficialmente nesta quarta-feira (29) no Centro de Convenções, e tem a organização da Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Educação e Andelivros.

Neste final de semana, os moradores dos bairros Dom Avelar, Vila Moco, Pedra linda, São Gonçalo e Cohab Massangano, na sede, e Km-25 e Nova Descoberta no interior, já tiveram a oportunidade de apreciar as obras. “A ideia foi fazer como que os livros fossem frutos dessas árvores e incentivar que as pessoas possam ler os livros debaixo da sombra e viajar nesse novo mundo literário”, pontou Cristiano Dias, coordenador da Gincana.

De acordo com a secretaria executiva de Rede, Sônia Passos, o Flisertão, além de ser uma grande feira de livros e uma festa literária, é uma estratégia pedagógica de gestão para incentivar a leitura em toda cidade. “O prefeito Miguel Coelho tem um atenção especial para Educação e quer transformar Petrolina em uma cidade leitora. Estamos aproveitando esse belo momento para aplicar ações que incentivem o gosto literário em toda as pessoas da cidade”, ressaltou. A programação completa do Festival pelo ser conferida pelo site: www.petrolina.pe.gov.br/flisertao.

COMPARTILHAR