Estudantes de Escola Municipal participam do lançamento do primeiro livro de contos  

Contam que todo o ser humano para ter uma vida perfeita precisa, durante a vida, plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro. Dando os primeiros passos no mundo literário, 14 estudantes das turmas dos 8º e 9º anos da Escola Municipal Professora Eliete Araújo de Souza, tiveram o privilégio de cumprir tão cedo um dos três pilares do famoso provérbio e participaram, na noite desta quinta-feira (4) ao lado de seus familiares, de uma noite de autógrafos durante o lançamento do livro “O Despertar dos Contos”. A obra é uma coletânea de contos fantásticos, escrita pelos próprios alunos.

A publicação faz parte do projeto intitulado ‘Livrar-se’, idealizado pelos professores da Unidade de Ensino, João Trapiá e Raíssa Rosa, que por meio desta iniciativa estimularam os alunos a desenvolver o hábito e o gosto pela leitura e escrita. Os autores mirins surpreenderam com produções literárias criativas e toda a aprendizagem que acumularam durante cinco meses de oficinas virtuais. Eles deram vida à sua primeira obra e, assim como autores renomados, foram estrelas no evento de lançamento. Durante a execução do projeto, os alunos foram orientados a pesquisar e fazer reflexões acerca da construção de personagens, enredos, narrativas, descrição de espaços e de como tudo isso pode se apresentar como uma expressão literária.

O estudante Lucca Gabriel Ferreira, de 13 anos, está no 8º ano e destaca que a leitura passou a ser sua grande companhia. “Quando me sinto sozinho ou fico entediado, é nos livros que me encontro. Ler é uma atividade muito especial e escrever também, acabo pensando em muitas histórias diferentes. Escrever esse livro pra mim foi algo muito marcante e pretendo participar de mais trabalhos assim na escola”, disse Lucca.

Participaram do evento o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Plínio Amorim, a secretária Executiva de Ensino, Isva Modesto, a diretora de Ensino, Marcleide Sá, a equipe da Escola Eliete Araújo e familiares dos alunos. Na ocasião, Plínio parabenizou os professores que organizaram o livro pelo compromisso e coragem em realizar um projeto tão importante para os estudantes e um exercício docente de alto nível, como também, pela materialização do esforço de cada aluno que participou na produção do livro.

COMPARTILHAR