Escolas municipais de Petrolina se preparam para Olimpíadas Estudantis

Garra, motivação e força de vontade são os combustíveis principais dos alunos da rede municipal de Petrolina na preparação para a 48ª edição das Olimpíadas Estudantis. Ao total, 11 escolas do município, da sede e do interior, com atletas de 12 a 14 anos, vão participar desta primeira etapa  nas modalidades: futebol de 07, futsal, handebol e voleibol.

Os treinos estão a todo vapor e movimentando centenas de estudantes. Os alunos da Escola Elite Araújo, por exemplo, intensificaram o ritmo dos exercícios da equipe de handebol: são quatro treinos de três horas por semana no contra turno da escola no Ginásio Osvaldo Carvalho. A equipe foi a campeã da modalidade no ano passado e com a vitória, os alunos participaram dos Jogos estaduais e também foram os campeões representando o estado na competição brasileira.

O estudante Marcílio Gabriel Teles de 12 anos, do 6º ano, que joga como armador, conta que a expectativa para os jogos é a melhor possível. “Estamos focados em fazer mais uma grande competição e levar o título para nossa escola”, conta.

“A equipe de handebol evoluiu muito, não só no que diz respeito à socialização dos alunos, mas também no desempenho escolar”, comentou o professor treinador, Marcos Antônio, que também compartilha da boa expectativa para os jogos. “Estamos treinando muito e incentivando os meninos para representar bem nossa escola e a rede, não estamos preocupados em vencer, não levamos essa carga, mas, sim, de fazer uma grande participação”, completou.

A preocupação pedagógica é um dos pilares da rede municipal em relação à participação nas Olimpíadas. Para Cristiano Dias, professor formador em Educação Física da rede, ‘O esporte e a educação caminham juntos’. “A preparação está acontecendo em todas as escolas que se inscreveram e isso é muito importe, pois a atividade esportiva aliada a uma orientação educacional colabora e muito com o desempenho dos alunos em sala. Todos os atletas devem ser bons alunos, com uma boa média de frequência para participar. Além disso, auxilia na disciplina, foco e desvia o jovem de caminhos errados”, ressaltou.

As Olimpíadas Escolares devem começar neste mês de maio e movimentar mais de 6 mil alunos de escolas públicas (municipais e estaduais) e particulares.

COMPARTILHAR