Encontro discute medidas de atenção para famílias em ocupações irregulares e áreas de risco em Petrolina

Líderes comunitários de localidades em situação de vulnerabilidade foram convidados pela Prefeitura de Petrolina para uma reunião a fim de identificar os problemas destas regiões. O objetivo da reunião foi ouvir as demandas dos moradores e apresentar as primeiras medidas de atenção para as pessoas que residem em ocupações irregulares e áreas de risco na cidade.

Representantes de ocupações dos bairros Dom Avelar, João de Deus, do Distrito de Izacolândia e das comunidades Vila Dilma, Luiz Inácio Lula da Silva, Topázio e Salinas estiveram reunidos nesta segunda-feira (7) no auditório do Instituto de Gestão Previdenciária de Petrolina (IGEPREV) com a equipe do secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Giovanni Costa, e do secretário-executivo de Habitação, Rafael Oliveira.

No local, foi demonstrada a preocupação diante da permanência das famílias em áreas de risco e, ao mesmo tempo, firmado o compromisso em realizar um levantamento socioeconômico das áreas para cadastrar as pessoas nos programas sociais da Prefeitura de Petrolina. Além disso, foram apresentados os primeiros números do estudo que já foi feito no Jardim Petrópolis e no Henrique Leite, onde 444 famílias foram cadastradas a partir da análise e sistematização de dados. Com o tratamento dessa informação, a SEDURBS vai poder analisar caso a caso a natureza de cada ocupação, bem como apurar a situação das famílias e tomar as medidas necessárias de acordo com as características sociais apontadas.


A ideia é facilitar o acesso dessas pessoas à moradia, a exemplo da inclusão delas em programas sociais como o ‘Minha Casa, Minha Vida’, como explica o secretário Giovanni Costa. “Já temos sinalizadas pelo Governo Federal cerca de 1000 novas casas do ‘Minha Casa Minha Vida’ e nossa proposta, quando estes imóveis forem liberados, é priorizar as famílias que hoje se encontram em situação de risco no município. A partir do levantamento, que já começou, vamos poder direcionar nossos esforços para atender e levar dignidade para quem mais precisa, conforme a orientação do prefeito Miguel Coelho”, destaca Costa.

COMPARTILHAR