Em ação conjunta, prefeitura remove abelhas de cemitério

Desde o início do ano, a prefeitura vem realizando uma ação pioneira para a remoção, captura e retirada de colmeias de abelhas em Petrolina. E num trabalho que durou quase cinco horas, nesta quarta-feira (13), a prefeitura retirou uma grande quantidade de insetos que vinham atrapalhando as visitas e sepultamentos no Cemitério Campo das Flores.

Para essa prática, foram firmadas diversas parcerias com órgãos como Centro de Controle de Zoonoses; Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS); Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA); Associação dos Criadores de Abelhas do Município de Petrolina (Ascamp); Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna); Bombeiros, além do Ministério Público de Pernambuco.

De acordo com o diretor-presidente da AMVS, Marcelo Gama, o serviço deve ser feito por profissionais. “A principal orientação é nunca tentar realizar a remoção de uma colmeia. Principalmente se não tiver a qualificação técnica para esse tipo de atividade, além de não provocar as abelhas. O ideal é se afastar e chamar o órgão responsável. Exterminar abelhas é um crime ambiental, portanto, temos uma equipe capacitada para que as abelhas sejam retiradas de forma não letal e com baixo risco à saúde humana. Muitos desses enxames são aproveitados de forma sustentável em apiários como os dos apicultores da Ascamp”, explica.

A solicitação da remoção de abelhas deve ser feita através de contato com o Centro de Controle de Zoonoses através do número 3867-4774. O órgão está localizado na Avenida Jatobá do bairro Pedra do Bode, Nº 01.

COMPARTILHAR