Covid-19: tecnologia contribui para evitar superlotação de postos de saúde

Implantada pela Prefeitura de Petrolina, a fim de orientar e tirar dúvidas da comunidade sobre o contágio e os sintomas do novo coronavírus, a Sala de Teleorientação completou um mês de funcionamento no último dia 30 de abril. Mais de 400 teleorientações já foram realizadas neste período. O atendimento ocorre por chamada de vídeo, após agendamento feito no site petrolina.tisaude.com, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A medida se adequa à recomendação de isolamento social da Organização Mundial de Saúde, já que os moradores não precisam sair de casa para entrar em contato com os profissionais da Secretaria de Saúde. Por meio de chamada de vídeo no computador ou celular, as pessoas recebem orientações sobre a necessidade ou não de deslocamento para unidade de saúde, minimizando as possibilidades de contato com outros pacientes e a disseminação do vírus.

A teleorientação responde perguntas sobre os sintomas, contágio, maneiras de evitar a disseminação do vírus, tratamento, onde e quando buscar atendimento médico, entre outros. Se, após a avaliação virtual, o profissional constatar a necessidade de direcionamento do paciente a uma unidade de saúde, será acionado o corpo médico da gestão municipal para acompanhar o paciente de perto.

A recomendação da Secretaria de Saúde para a pessoa que tenha sintomas leves de gripe (tosse seca, dor de garganta ou dificuldade respiratória, acompanhada ou não de febre), antes mesmo de procurar uma Unidade Básica de Saúde ou fazer a teleorientação, deve automaticamente se manter em isolamento domiciliar, respeitando o distanciamento dos demais membros da família, que também devem permanecer em isolamento domiciliar, para evitar possível propagação do vírus.

COMPARTILHAR