Com participação de toda rede municipal, ‘Dia do Livro, Leitura e Literatura’ é comemorado

Cerca de 300 ações simultâneas; 600 profissionais e mais de 50 mil estudantes participaram intensamente das atividades do ‘Dia Municipal do Livro, Leitura e Literatura’, comemorado nesta quinta-feira (5), em Petrolina. A data superou todas as expectativas da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, ultrapassando os muros das unidades de ensino e alcançando também a população. As ações incentivaram a pratica da leitura em toda rede municipal e na sociedade civil.

Salas de aula e pátios das unidades de ensino se transformaram em tendas, palcos e até picadeiros de circo onde foram realizadas contações de histórias, apresentações culturais, teatrais, rodas de conversa, pintura, saraus, jogos, entre tantas outras atividades. Ao longo de todo o dia, os educadores da rede municipal estiveram mobilizados para não deixar nenhum aluno de fora da programação.

Trazendo como tema: “Petrolina: cidade de livros, leitura e literaturas”, o evento desenvolvido pela prefeitura em parceria com a Universidade de Pernambuco/ Colegiado de Letras, é um marco para a próxima edição do Festival Literário do Sertão do São Francisco, o FliSertão, que será realizado em 2020.

A coordenadora do FliSertão, Willany da Cunha Reis, faz um balando das comemorações da data. “Ficamos encantados com a qualidade das atividades desenvolvidas e com o compromisso das equipes escolares e dos nossos parceiros. Através da criatividade dos profissionais envolvidos, o ‘Dia do Livro, Leitura e Literatura’ foi um grande sucesso”, destaca.

Comemorado em 5 de setembro, o “Dia do Livro,  Leitura e Literatura” foi instituído pela Lei Municipal 2.948 de 13 de setembro de 2017, com a proposta de estimular a pratica da leitura em toda rede municipal com diversas atividades literárias. Este ano, o homenageado foi o escrito Antônio Padilha (in memorian), autor do livro ‘Pedro e Lina’ que conta a história da criação da cidade de Petrolina.

Fotos: Jonas Santos

COMPARTILHAR