Centro de Parto Normal terá nome em homenagem à parteira Maria das Dores de Souza

Os petrolinenses entraram na contagem regressiva para a realização de mais um sonho, principalmente, para as mulheres. É que a prefeitura já está nos últimos detalhes para a inauguração do Centro de Parto Normal (CPN), desta vez, com toda uma estrutura e equipamentos necessários para trazer ao mundo os filhos da Capital Sertaneja.

O Centro de Parto Normal carregará o nome de uma parteira do município, Maria das Dores de Souza. Filha de Celestino Pedro de Souza e Maria Feitosa de Souza, a petrolinense era residente no bairro Jardim Amazonas. Mãe de três filhos, a auxiliar de enfermagem prestou serviço ao município por 35 anos, divididos entre dois equipamentos de saúde: Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância- APAMI e Hospital Dom Malan/ IMIP.  Maria das Dores, faleceu em 2013, com 61 anos.

A maternidade municipal terá capacidade de realizar 150 partos por mês, desafogando o atendimento do Hospital Dom Malan. A unidade terá capacidade para cinco leitos e funcionará todos os dias em período de 24 horas.

A nova estrutura conta com recepção, cinco apartamentos individuais, salas de vacina, de cuidados ao recém-nascido, área de deambulação (local de passeio das grávidas) e setor administrativo. Além disso, a maternidade contará com profissionais como médico, técnicos de enfermagem, enfermeiros obstetras, farmacêutico, nutricionista e equipe administrativa.

COMPARTILHAR