CCZ alerta que verão é época para infestação de pulgas e carrapatos

O verão não é uma estação agradável para os animais de estimação. Não apenas pelas altas temperaturas, mas também porque é a estação das pulgas e carrapatos. Por isso, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Petrolina emite um alerta sobre os cuidados e a prevenção nessa época do ano. Os proprietários de animais, como cachorros, devem ficar atentos ao risco de uma infestação. Isso porque, com as altas temperaturas e a umidade, os parasitas externos se reproduzem mais.

De acordo com a coordenadora do CCZ de Petrolina, Graziella Vasconcelos, a prevenção é fundamental não apenas para o bem-estar e saúde do animal, mas para toda a família. “Em primeiro lugar, mantenha a casa bem aspirada e a cama e os paninhos dos animais limpinhos. As pulgas dos animais de estimação se concentram, normalmente, na sua caminha, nos paninhos e nos locais normais de descanso que devem ser tratados em caso de infestação massiva. Tratar só o peludo não vai ser suficiente: é preciso também cuidar do ambiente e, em casos extremos, fazer uma dedetização especializada que seja segura para os animais e para a família. Só aplique produtos indicados por seu veterinário e jamais no peludo. Para eles há prevenção específica”, destaca.

Muitos donos acham que o único problema causado pelas picadas de pulgas e carrapatos é a coceira, mas esses parasitas têm potencial para um estrago bem maior nos cães e gatos. Alguns carrapatos podem transmitir parasitoses no sangue dos cães, que podem levar a anemia profunda e até à morte dos animais. “Xampus ajudam, mas não combatem sozinhos pulgas e carrapatos. O mercado de pets hoje disponibiliza medicamentos como sprays, coleiras e comprimidos. Se o animal tiver uma infestação o ideal é procurar o médico veterinário para obter orientação”, diz Graziella, alertando que algumas doenças podem acometer humanos.

Outros cuidados

O contato com outros animais também é uma das formas mais comuns de infestação. Muitos pets contraem os parasitas durante passeios em áreas públicas e visitas ao pet shop. Por isso, verifique sempre as orelhas, as patas e a barriga do bichinho e previna com aplicação periódica de produtos recomendados por seu veterinário.

COMPARTILHAR