Busca Ativa Escolar: Petrolina é destaque e referência na área no Brasil

A paralisação das atividades presenciais das escolas em razão da pandemia da covid-19 agravou os riscos de evasão e abandono em todo país. Em Petrolina, uma das estratégias desenvolvidas pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, desde antes da crise sanitária, foi o Programa da Busca Ativa Escolar. A ação mobiliza diversos setores do município, com objetivo de monitorar os índices de evasão e promover o fortalecimento de vínculos entre os estudantes e a escola. Esse trabalho foi destaque esta semana no site de uma das revistas de maior repercussão na área de educação no Brasil, a Nova Escola.

Com mais de 30 anos de história, a revista é uma organização independente, sem fins lucrativos, e é mantida pela Fundação Lemann. Referência na divulgação de práticas educacionais exitosas desenvolvidas no Brasil, a revista eletrônica trouxe nessa quarta-feira (12), uma reportagem sobre o programa Busca Ativa Escolar em Petrolina, que mesmo diante do cenário mundialmente desafiador, intensificou o trabalho para combater o abandono e a evasão escolar. Dados do programa mostram que no ano de 2021, um total de 574 estudantes estavam em situação de possível abandono escolar. No entanto, através do trabalho das escolas, com o apoio do Conselho Tutelar e dos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS), essa situação está sendo superada: até o momento, 374 desses estudantes foram reconduzidos até as unidades de ensino.

Um dos pontos fortes que levaram o município sertanejo ao desempenho destacado na matéria foi o trabalho realizado por uma equipe multidisciplinar da Prefeitura de Petrolina, onde há professores, pedagogo, assistente social e psicólogo, que, em parceria com as escolas, indicam potenciais casos de abandono. Com o apoio da gestão escolar, esses profissionais passam a atuar também junto às famílias com o intuito de tratar as situações para evitar a evasão. Em 2022, o objetivo da Prefeitura de Petrolina é superar as situações de abandono que já foram mapeadas e aquelas que ainda podem surgir durante a campanha de rematrícula para o novo ano letivo.

Confira a matéria completa no link: https://novaescola.org.br/conteudo/20849/combate-a-evasao-como-fazer-a-busca-ativa-em-2022

COMPARTILHAR