Assistência social garante atendimento ginecológico às mulheres vítimas de violência em Petrolina

A Prefeitura de Petrolina está ampliando, ainda mais, os serviços de assistência às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.  As ações ganham reforço, principalmente, devido ao isolamento social quando as mulheres acabam ficando mais expostas a situações de vulnerabilidade e agressões.

Além da assistência social, psicológica e jurídica, a partir de agora, as mulheres acompanhadas pelo Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) e pela Patrulha da Mulher também serão encaminhadas para atendimentos na área de ginecologia.

A iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (Sedesdh) é resultado de uma parceria com a Secretaria de Saúde para dar continuidade ao serviço de atendimento da rede socioassistencial.  Os atendimentos – que já estão acontecendo – serão realizados, prioritariamente, no Centro de Referência em Saúde da Mulher e fazem parte do plano de governo do prefeito Miguel Coelho. A secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Gláucia Andrade, afirma que o novo serviço faz parte das estratégias para dar continuidade aos serviços socioassistenciais.

O Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) funciona das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Av. Gilberto Freire (Próximo ao SESI). O equipamento está funcionando para atendimentos presenciais e remotos no telefone (87) 3867-3516 e ainda pelo plantão (87) 99165-1803 (WhatsApp). A violência contra mulher pode ser denunciada através dos telefones da Delegacia da Mulher 3866-6625; Patrulha da Mulher 153, ou ainda pelo 0800-281-8187 e também pelo número 180.

COMPARTILHAR