Após ampliar rede, Petrolina reduz evasão escolar e supera metas

Segundo dados da Fundação Abrinq, cerca de 37% da população petrolinense é formada por crianças. Ciente da importância desse grupo para o desenvolvimento do município, desde 2017, a atual gestão passou a olhar com mais sensibilidade e atenção para essa parcela da população. Prova disso, é que a rede municipal de atendimento à Educação Infantil passou por mudanças visando melhoria na qualidade do acolhimento.

Uma das ações mais relevantes foi a otimização dos espaços físicos das unidades de ensino no intuito de neutralizar a ociosidade de ambientes e melhorar a adequação dos prédios para receber com qualidade e segurança os estudantes. Dessa forma, o município reordenou a quantidade de unidades e ampliou o número de alunos matriculados, conseguindo atingir mais que o percentual estabelecido como meta pelo PME/PNE que estimava 50% do atendimento. Segundo levantamento da Fundação Abrinq, o município aumentou 4,2% na taxa de matrícula na pré-escola e 5,4% nas matrículas de creches.

Outra ação efetiva implantada pela gestão municipal foi o Programa Busca Ativa Escolar. Através do trabalho intersetorial no enfrentamento à exclusão escolar, foi possível restabelecer a frequência escolar dos alunos evadidos da educação infantil da rede Municipal de Ensino. Para isso, foi priorizado o atendimento de crianças com 4 e 5 anos, cumprindo a determinação da Universalização da pré-escola.

Novas creches

Para que todo esse resultado fosse possível, a gestão municipal observou também a necessidade de ampliar o número de prédios escolares, de modo que, o acesso à educação estivesse cada vez mais perto dos alunos e suas famílias. Quatro unidades já foram inauguradas, desde 2017. A entrega mais recente aconteceu nesta terça-feira (4), no bairro Vila Marcela. O CMEI Rita Luiza da Silva poderá receber até 188 alunos e foi construído por meio de um investimento de R$ 1,7 milhão. Mais seis unidades estão em fase final para serem entregues às comunidades do Residencial Pomares; Uruas; Assentamento Mandacaru; Henrique Leite; Padre Cícero e Vila Eulália. E outras cinco estão em licitação. Os próximos bairros atendidos serão: Fernando Idalino; Nova Petrolina; Jardim Petrópolis; Jardim Imperial e Terras do Sul. Tudo isso para atender a Primeiríssima e Primeira Infância do município de Petrolina.

COMPARTILHAR