‘Aldeia do Velho Chico’ traz programação diversificada ao Vale

Cores; formas; quadrilhas; pernas de pau; bumba meu boi; reisado; samba de veio e shows. Foi dessa maneira que o tradicional ‘Cortejo abre alas para o Velho Chico’, ocorreu na tarde desta quarta-feira (1º), abrindo a programação da 14ª edição do Aldeia do Velho Chico, em Petrolina. Saindo do Sesc, passando pelo centro da cidade, até chegar à Porta do Rio, artistas e população anunciavam a grade diversificada da programação do evento. No   ponto de chegada, apresentações culturais e shows com os grupos Afoxé Filhos de Zaze; Tio Zé Bá e encerrando com atração mais esperada da noite: Cordel do Fogo Encantado.

Ao todo, serão 11 dias de festival, sediados em três cidades: Petrolina, Juazeiro e Lagoa Grande. Todos os dias apresentações artísticas, como dança, música e teatro de companhias locais, regionais e nacionais serão realizadas para o público em geral. Entre os convidados, Alice Caymmi, Gregório Duvivier, Maria Ribeiro e Chico Sá marcam presença na 14ª edição do Aldeia do Velho Chico.

O projeto Aldeia do Velho Chico é de realização do Sesc e conta com o apoio da Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE), com toda estrutura de palcos, banheiros químicos, som, iluminação e camarins nos shows externos, como na Ilha do Massangano e na Porta do Rio, como também no encerramento do festival.

Para o secretário da pasta, Emicio Junior, impulsionar a realização de eventos como este, é uma maneira de fomentar a cultura local. “É um compromisso da gestão do prefeito Miguel Coelho incentivar iniciativas como a do Aldeia do Velho Chico, que valoriza a produção dos artistas locais e promove o intercâmbio cultural de diferentes linguagens artísticas”, comenta. Confira a programação completa no link: https://sescpe.org.br/hotsites/2018/aldeia-chico/programacao.php.

 

COMPARTILHAR