Vovô Amigo: programa levou histórias infantis para quase 15 mil crianças

Olhinhos brilhando, afeto trocado e muita emoção marcaram o encerramento das contações de histórias deste ano do ‘Vovô Amigo’ durante esta quarta-feira (27) no CMEI Honorina Helena no R-4, zona rural de Petrolina. Cerca de 70 crianças puderam assistir à apresentação da fábula “Festa no Céu”, protagonizada por vovós que participam do programa idealizado pela primeira dama de Petrolina, Lara Secchi Coelho.

Durante o ano de 2019, o ‘Vovô Amigo’ percorreu todas as creches e CMEIS do município, alcançando um público de quase 15 mil crianças com apresentação de contos, fábulas e lendas. Além disso, os vovôs e vovós que fazem parte do programa também se apresentaram em escolas particulares, levando clássicos como ‘João e Maria’; Três Porquinhos’, ‘Festa no Céu; ‘Lendas do Velho Chico e a ‘Lebre a Tartaruga’. O programa entregou ainda cerca de 15 mil revistinhas de atividades para que as crianças pudessem fazer com seus vovôs em casa.

A assessora técnica do programa, Kátia Carvalho, comemorou o ano proveitoso do Vovô Amigo no município e adiantou algumas novidades para 2020. “Além de termos percorrido todas as unidades de ensino municipais e algumas privadas, estamos assinando um termo de cooperação técnica com as prefeituras de Poção e Arcoverde para que eles utilizem a metodologia com os idosos das respectivas cidades. Estamos muito felizes pela primeira dama Lara Secchi ter pensado num projeto tão lindo como este, que vem rendendo bons frutos e alçado voos cada vez maiores”, frisa.

O Vovô Amigo tem a proposta de reforçar os vínculos entre a infância e a terceira idade, promovendo bem-estar para os idosos e fazendo com que as crianças tenham um novo olhar voltado para os vovôs e vovós.  “Eu fico muito feliz de fazer parte do projeto Vovô Amigo. Aqui a gente esquece as tristezas, tem contato com as crianças, que nos abraçam, fazem carinho e muitas perguntas. Ontem por exemplo , eu peguei a revistinha e fiz as atividades com meu neto. É uma felicidade muito grande estar nesse projeto”, diz a vovó Irene, de 71 anos, que atuou como o tucano na fábula contada.

De acordo com a professora Ailda Mendes, do Berçário II, “um trabalho como esse é de grande importância, porque trabalha o lúdico com as crianças, que reforçam os laços com seus familiares e com seus avós, fortalecendo este vínculo, as crianças ficam mais felizes e saudáveis”, destacou.

COMPARTILHAR