Projeto ‘Amigos do SAMU’ conscientiza estudantes sobre perigos de trotes ao 192

Diante do grande número de trotes recebidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Petrolina, o órgão decidiu iniciar um projeto educativo em parceria com escolas: trata-se dos “Amigos do SAMU”, que, através de palestras e orientações visa conscientizar os estudantes sobre os malefícios que as chamadas falsas causam ao atendimento à população. A ação teve início na manhã desta terça-feira (14), na Escola Municipal Atanásio Gonzaga da Cruz, no Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho – Núcleo 09.

Além da palestra sobre as chamadas falsas, a equipe do SAMU também deu orientações sobre primeiros socorros, o que fazer em caso de acidentes, engasgos e desmaios. Alguns alunos participaram das demonstrações e até vestiram a roupa de socorrista para entrar no ‘clima’ do trabalho realizado pelo SAMU, percebendo a importância de prestar um serviço rápido na hora de salvar vidas. As crianças do Fundamental I ainda puderam conhecer a estrutura de uma ambulância por dentro.

“É gratificante demonstrar às crianças quanto o nosso trabalho é importante. Conscientizá-las do quanto um trote pode fazer diferença na hora de salvar uma vida, e de como o nosso atendimento precisa ser ágil é também uma das nossas missões. Vamos percorrer mais algumas escolas e esperamos que essas informações se multipliquem entre os estudantes e suas famílias”, destacou a coordenadora do SAMU, Laís Cabral.

Ainda durante o mês de agosto, o “Amigos do SAMU” visitará mais duas escolas: no dia 21 (terça-feira) será a vez da Escola Municipal Laura Vicuna  e dia 28, a Escola Municipal Nossa Senhora Rainha dos Anjos.

COMPARTILHAR