Praias Fluviais e Rios


A Praia das Pedrinhas tem sua ambiência totalmente dominada  pela Ilha das  Pedrinhas, situada a cerca de 250m ao largo da praia no eixo do  leito do rio São Francisco.   Com   uma  extensão aproximada de 200m e largura de  cerca  de  15m,  apresenta   morfologia suavemente  ondulada e vegetação rasteira e de caatinga. Sua praia é formada por  pequenos seixos rolados de coloração dourada.   Balneável,  com  existência  de moderada correnteza, média profundidade e pequenas marolas. No período das secas, apresenta recuo médio das águas de aproximadamente 10m.  A cor da água é verde  na  estiagem  e  barrenta no período  chuvoso.  Possibilidade  de  ancoragem  natural   para  pequenas  e  médias embarcações.  Encontra-se  atualmente em bom estado de preservação.

A ocupação humana é marcada pela Vila das Pedrinhas a cerca de 500m.    Existência de bares e de restaurantes com bebidas e comidas típicas, espaço para shows artísticos e apresentação de grupos folclóricos, sanitários e chuveirão. Localização: Vila das Pedrinhas


A praia é formada por areias finas e douradas, aparecendo ao seu largo, no leito do rio, trechos com afloramentos rochosos. Existe possibilidade de ancoragem para pequenas e médias embarcações. Há grande concentração de bares e pequenos restaurantes (pratos à base de peixes do Rio São Francisco).  Dispõe de energia elétrica, telefone, áreas para banho e travessia de barco 24 horas. Atualmente encontra-se em regular estado de preservação. O local é bastante visitado por petrolinenses e juazeirenses, inclusive ocorrendo shows nos finais de semana e  períodos de grandes eventos na cidade. No final de 2007 iniciou-se um projeto de implantação de bares em alvenaria, substituindo-se as antigas barracas cadastradas pela prefeitura, procurando-se melhorar a estrutura existente.


O Rio São Francisco nasce na Serra da Canastra em Minas Gerais  e  percorre  mais de 3.000km até a sua foz nos limites dos estados de  Sergipe  e  Alagoas,  banhando ainda porções dos estados da Bahia e de Pernambuco.  Em seu trecho  inventariado, sua ambiência  é  fortemente  marcada  pelas  nucleações  urbanas   das   sedes  dos municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro(BA) e pela ponte  Presidente  Dutra que   liga as duas cidades.  A  Ilha  do  Fogo  e  as  barcas  que   fazem  a   travessia   Juazeiro/Petrolina,   complementam   a   paisagem.  Sua   largura   neste   ponto   é   de  aproximadamente  800m,    banhando  o   município   de   Petrolina    por    96 km,  com  uma profundidade média de 03 a 04 m. Suas margens são dominadas por uma vegetação rasteira trechos de arbustos e algumas  árvores,  gramíneas  e  caatingas.   Apresenta melhores condições de balneabilidade  nas  praias  de suas Ilhas.   É   navegável   por pequenas e médias embarcações, com existência de cais,  marinas  e  ancoradouros naturais.   A  pesca ocorre o ano inteiro,  com maior  intensidade  nos  meses  de dezembro a março.  No  seu  curso existem Ilhas, cachoeiras, corredeiras  e praias. Aparecem  como   locais  de   interesse   no   percurso   a   cidade  de  Petrolina  e  de Juazeiro(BA) e na gastronomia destaque para o  surubim  servido de várias formas.

No   trecho   levantado,   suas   margens    estão   urbanizadas   com   a   presença   de equipamentos  e  serviços  turísticos  como  bares,  restaurantes,  orla  com  calçadão, jardins, etc... Existência de comércio informal.   O  Rio  está atravessando  um  intenso processo de assoreamento.