Esculturas


Inaugurada em 1962. Trata-se de uma representação da chegada do 1º religioso (Frei Henrique) à Petrolina. Autor da obra: Celestino Gomes.
Praça do Centenário (Ao lado da Igreja Matriz)


Inaugurado dia 25 de maio de 2012, a construção do monumento com a temática religiosa faz com que as pessoas possam refletir o dia-a-dia da sociedade de forma humanizada, universalmente com amor ao próximo. O monumento é uma forma de transmitir uma mensagem que contemple todas as religiões. Na obra, há um versículo do Evangelho de São Mateus (22:37-39) com a seguinte descrição: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo teu entendimento. Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. O trecho onde se encontra o monumento está sendo ocupado com residências e também é bastante transitado por motoristas e pedestres, por isso o motivo de fazer uma bíblia, uma forma de transmitir uma mensagem bonita, de paz, de proteção para os que passam por ali. Uma forma de homenagear todos os cristãos.
Localiza-se na Avenida Clementino Coelho, próximo ao Makro.


Trata-se de uma peça de concreto com banho de bronze com altura de 2 metros.
Autor: João Mildes da Silva Av. São Francisco, entrada do Bodódromo – Bairro Areia Branca


Monumento alusivo aos 500 anos do descobrimento do Brasil. Inaugurado em dezembro de 2002, centrado no início da Avenida Guararapes em uma área urbana, centro.
Seu autor é: Stênio Nunes Pereira. Avenida Guararapes – Centro


Miguel Arraes de Alencar (Araripe, 15 de dezembro de 1916 — Recife, 13 de agosto de 2005) foi um advogado, economista e político brasileiro. Foi prefeito do Recife, deputado estadual, deputado federal e por três vezes governador do estado de Pernambuco.
Localização: Bairro João de Deus


O busto do eis prefeito de Petrolina João Ferreira da Silva, esculpido por Cavan/Rosas por iniciativa dos familiares do mesmo, está localizado no canteiro central da Rua Tobias Barreto esquina com a Avenida Souza Filho, sendo inaugurado em 28 de agosto de 1996 (data em que o homenageado completaria 100 anos).


Localiza-se no bairro Dom Avelar


Localiza-se na Av. Clementino Coelho – Petrolina



Projetada pelo arquiteto Carlos nascimento, foi construída ao lado da Igreja Catedral, entre as praças Dom Malan e Maria Auxiliadora, e inaugurada em 1972 pelo prefeito Simão Amorim Durando.



Inaugurado em 1995, pela Diocese de Petrolina,  em homenagem ao aniversário do centenário da cidade.
Autores da obra: Stênio Nunes, Carlos Nascimento, Sílvio Maniçoba e Cosme Cavalcanti.



Estátua esculpida por J. Mildes em concreto com pintura na cor bronze e medindo 1,76m, está localizado na entrada de emergência do Hospital Dom Malan, em homenagem ao Dr. Washington Barros, foi inaugurada em setembro de 1995, durante a administração do prefeito Fernando Bezerra Coelho.



A escultura, inaugurada em 1984, simboliza o fim do uso do jumento aguadeiro com a implantação do processo de irrigação.
Autor da obra: Diocleciano Martins BR-407, Projeto Nilo Coelho, 01



O marco é composto por um arco em concreto de cerca de 20 metros de altura. Sob ele, três pilastras com os dizeres: Educação, Trabalho, Fé. Compõem o monumento três carrancas em cimento. Está em uma área aberta, cercada de gradil. Em uma das extremidades a presença de 03 estátuas (Nilo Coelho, Irmã Luizinha e Dom Malan) em bronze.



Localizado no Parque Municipal Josepha Coelho, o Memorial Josepha Coelho foi inaugurado em 20 de setembro de 2003, pelo prefeito Fernando Bezerra Coelho, homenagem á matriarca da família Coelho, esposa do desbravador da região, comerciante e industrial Seu Quelê. Busto esculpido por J. Mildes.



Estátua do primeiro Bispo de Petrolina, Dom Antonio Maria Malan, fundida em bronze, localizada na Praça Dom Malan em frente ao Palácio Episcopal. A implantação foi em 08 de maio de 1995.



Por iniciativa do Engenheiro da rede ferroviária da ocasião, José Luiz Batista, mandou construir o chafariz para abastecer de água as famílias residentes nas proximidades, sendo interditado pouco tempo depois pelo mau uso desse benefício. Localizado na Rua Governador Eraldo Gueiros, em frente a Antiga Estação Ferroviária. Foi inaugurado em torno de 1920.



No jardim externo (Lado esquerdo da entrada principal) do Fórum de Justiça: O Monumento da Deusa Pórcia, uma alusão á Deusa grega que representa a lealdade á Justiça. Escultura na cor branca, medindo 3,0 metros, esculpida por J. Mildes e instalada no pedestal no ano de 2002.



Trata-se de um conjunto de pilares de concreto representando os bairros que a avenida corta. Autor: Carlos Nascimento.
Giradouro localizado no final da Av. Guararapes e início da Av. da Integração Airton Senna.



Trata-se de uma grande esfera metálica vazada do globo terrestre com eixo inclinado e apoiado em base de concreto com fonte luminosa, além de cinco bustos em concreto representando grandes ícones sertanejos - Frei Damião, Antônio Conselheiro, Padre Cícero, Lampião e Maria Bonita.
Autor da obra: Stênio Nunes Pereira. Av. Cardoso de Sá, s/n - Orla



Monumento rodoviário representando as cinco rodovias de acesso à Petrolina ( BR-428, BR-407, BR-232 e BR-122) localizada ás margens da BR-428, próximo ao bairro Vila Marcela. O autor dessa obra foi o arquiteto Armando Holanda e inaugurada em 1970 pelo governador Nilo Coelho, recebendo o prêmio IAB como o monumento rodoviário mais bonito do Brasil, tendo como título “Petrolina cruzamento de muitos caminhos brasileiros”.



Alusivo a Nossa Senhora Maria Auxiliadora e por iniciativa das Irmãs Salesianas o monumento foi edificado em concreto e ferro medindo 8,45 metros de altura. Localizado na Praça Dom Malan em frente ao Colégio N. S. Maria Auxiliadora, foi inaugurado em 27 de setembro de 1953.



Busto do pai da Aviação de autoria de Leonardo Lima foi inicialmente colocado na sede do antigo aeroporto de Petrolina e posteriormente colocado na Praça Santos Dumont, inaugurada, em 1975. Atualmente encontra-se instalado do lado esquerdo da frente do Aeroporto de Petrolina Senador Nilo Coelho.



Implantadas no jardim do Hotel Grande Rio quando da sua inauguração, em 1970, em homenagem à mulher sertaneja.
Autor da obra: José Cláudio, artesão de Nova Jerusalém, Fazenda Nova - PE.
Jardim do Hotel Grande Rio (Av. das Nações)



Implantada quando da inauguração da agência do IPISEP, em 1978. Uma iniciativa do então presidente da instituição Luiz Belém de Alencar, que teve a intenção de homenagear a mulher sertaneja nordestina.



Construído pelo o autor Celestino Gomes. Localizando-se na entrada do Condomínio Portal das Águas.



Localiza-se no contorno do Viaduto do Barranqueiro.



Construído pelo o autor Celestino Gomes. Localizando-se no Distrito industrial.



O monumento nos faz lembrar os bravos cidadãos que lutaram na Segunda Guerra Mundial representando nossa cidade. Como forma de homenagear os soldados de Petrolina que participaram da Segunda Guerra Mundial, foi construído o monumento “Os Pracinhas”, forma pela qual eram chamados os veteranos do Exército brasileiro enviados para integrar as forças aliadas contra o nazifascismo. Impulsionado pelo apoio econômico recebido dos Estados Unidos, Getúlio Vargas, então presidente do Brasil, declarou guerra à Alemanha, Japão e Itália; em agosto de 1942, aliando-se à França, Inglaterra e Estados Unidos. As primeiras tropas brasileiras foram enviadas para campo de batalha em 1944. Composta por soldados de vários estados brasileiros, a Força Expedicionária Brasileira (FEB) constituía a linha de frente nos combates. Desta forma, os pracinhas brasileiros, entre eles os petrolinenses, participaram de decisivos momentos na Segunda Guerra Mundial, como a batalha de Monte Castello que será retratada no monumento. Este monumento foi inaugurado em 06 de junho de 2012. Estando localizado na Avenida Guararapes.



No complexo Turístico Portal do Rio (Museu a Céu Aberto), numa homenagem a sete “ícones do nordeste brasileiro” o conjunto escultórico composto pelos seguintes Monumentos: Frei Damião, padre Cícero, Maria Bonita, Lampião, Nilo Coelho, Antonio Conselheiro e Luiz Gonzaga. Bustos medindo 0,80cm esculpidos por J. Mildes instalados no ano de 2000.


Uma homenagem  ao político pernambucano Nilo Coelho. As três colunas, que buscam o infinito, simbolizam as três distintas fases da vida política de Nilo Coelho - deputado estadual, deputado federal e chefe do executivo de Pernambuco. Simboliza o tipo de administração dinâmica empreendida pelo homenageado. Inaugurada em 1971.
Autor da obra: João Francisco de Lima Freitas.
Praça Pres. Castelo Branco, ao lado do corpo de Bombeiros – Bairro GercinoCoelho


De autoria do desembargador Deocleciano Martins de Oliveira, a estátua de São João Apocalipse, medindo 3,5m de altura e 1,5 x 0,5m de largura, está localizada na entrada do Campus Universitário de Petrolina, no Km 2 da BR 203, implatado em 1972. O desembargador era artista e muito rico, fez doze apóstolos em forma de estátua e presenteou ás cidades ribeirinhas com o intuito de levar sorte as cidades. Juazeiro recebeu duas estátuas: João batista e Tiago, que eram irmãos, o então prefeito de Juazeiro, Sr. Américo Tanuri, considerando Petrolina e Juazeiro irmãs vizinhas, e por ser João Batista o apóstolo das letras e Petrolina ter uma faculdade de letras, presenteou-as com uma delas ( São João Apocalipse)


Por iniciativa do Comandante Coronel Antonio Freitas de Alcântara e oficiais da época, estátua esculpida em concreto medindo 1,85m e pintada nas cores originais do fardamento do 72º BIMtz, por J. Mildes, está localizada na entrada no 72º Batalhão de Infantaria Motorizado, General Vitorino Carneiro Monteiro, situado á Avenida Cardoso de Sá, foi inaugurado em 28 de janeiro de 1999, na administração do prefeito Guilherme de Souza Coelho. A placa inaugural contém os dizeres “A têmpera do homem sertanejo, acostumado a enfrentar as condições inóspitas do meio ambiente natural, empresta uma característica singular ao soldado do Exercito Brasileiro nesta região, tornando-o um dos melhores combatentes do mundo”.
Avenida Cardoso de Sá.


Localiza-se no Aeroporto Senador Nilo Coelho. Tendo como autor da Obra, Deocleciano Martins.